Grupo C Copa do Mundo 2018

Última atualização:

Previsões do Grupo C na Copa do Mundo 2018

A Copa da Rússia está chegando, e com ela, os prognósticos de apostas. Saiba que o Grupo C é mais um daqueles que traz um super favorito e três seleções de mesmo nível, disputando a segunda colocação. Para te ajudar a dar palpites certeiros nos sites de apostas, preparamos este artigo, que ressalta os pontos fortes e fracos de cada equipe.

O Grupo C é formado pela França, que deve conquistar o primeiro lugar, Dinamarca e Peru, boas seleções que devem lutar pela outra vaga, e a Austrália, que é imprevisível e pode se tornar uma pedra no sapato, arrancando pontos das demais seleções. Saiba mais sobre cada um dos times a seguir.

 

Melhores sites para apostar na Copa do Mundo

  1. bet365 Logo
    bet365
    Bônus de boas-vindas
    100% até R$200
    Apostas com seguro
    Empate não tem aposta (0x0)
    BC365
    Até R$200 em créditos de aposta para novos clientes no bet365. Depósito mínimo de R$15 e rollover de 1x para liberar o bônus. Requisitos mínimos de apostas, exclusão de meios de pagamento e de jogos se aplicam. Limites de tempo e termos e condições se aplicam.
    Detalhes

Grupo C - bônus

Desculpe, não há bônus deste tipo disponível neste momento. Tente mais tarde.

França

Vamos começar falando da performance dos franceses nas eliminatórias europeias. Eles tiveram 7 vitórias, 2 empates e 1 derrota, portanto, um desempenho muito bom. Perderam apenas para a segunda colocada do grupo, a Suécia. Em 10 jogos, sofreram 10 gols, ou seja, possuem uma defesa satisfatória e mostraram que possuem um time bem consistente. Entre os craques, estão os atacantes Antoine Griezmann e Olivier Giroud e o meio campo Paul Pogba.

Comandada por Didier Deschamps desde 2012, a França é uma das favoritas ao título da Copa do Mundo 2018, cotada no quarto lugar nas casas de apostas, depois de Brasil, Alemanha e Espanha. Mas, não pode vacilar na fase de grupos, já que as demais equipes do Grupo A podem ser perigosas. Afinal, os franceses costumam ter dificuldades contra adversários que atuam na defensiva, gerando certa pressa na armação de jogadas e erros de passe.

AMISTOSOS: Na fase pré Copa 2018, a equipe ganhou de 3x1 contra a anfitriã Rússia. Mesmo sendo um placar interessante, os franceses não deram show. Os gols foram marcados por Mbappé e Pogba.

Contra a Colômbia, a situação foi mais difícil: a França perdeu de virada, abrindo com 2x0, mas levando gols e terminando o placar com 3x2. A equipe começou mandando no campo, mas os colombianos não se deixaram apavorar e viraram o quadro, após algumas substituições.

Austrália

O australianos chegaram à Copa da Rússia graças a repescagem, o que torna a seleção a mais fraca do Grupo C. Durante o último jogo da eliminatória asiática, bastava um empate para classificar o time, mas a Austrália perdeu de 2x0 para o Japão. Vamos lembrar também que, no mesmo grupo, a Arábia Saudita, tida como azarão total, passou direto. O caminho difícil dos australianos para chegar ao mundial é um fator muito importante para descartá-la como favorita ou como segunda colocada no Grupo C.

Na Copa das Confederações, o desempenho também não foi dos melhores: a equipe não passou da primeira fase e foi derrotada pela Alemanha. Empatou com Camarões e Chile.

E para piorar o quadro, o técnico Ange Postecoglou abandonou o time após a classificação da Copa 2018. Como consequência, o novo treinador Bert van Marwijk teve pouquíssimo tempo para preparar a seleção.

AMISTOSOS: O resultado da mudança de treinador? No primeiro jogo do novo técnico, a Austrália foi goleada pela Noruega em um amistoso, perdendo de 4x1. É preciso ressaltar que os noruegueses não participam de uma Copa há 20 anos, ou seja, não são uma equipe forte.

Na partida seguinte, contra a Colômbia, o placar ficou no 0x0. Os colombianos só não ganharam por “azar”, já que Miguel Borja mandou duas bolas para a trave e perdeu um pênalti.

A conclusão é que ninguém espera a classificação da Austrália para as oitavas. Nas apostas de vencedor do campeonato, a equipe tem odds de 301.00 no Sportingbet, contra 5.50 de Alemanha e Brasil, grandes favoritas ao título.

Peru

Esta é mais uma equipe que conseguiu chegar à Copa do Mundo 2018 pela repescagem, já que, no último jogo das eliminatórias, os peruanos empataram com a Colômbia. No entanto, a performance da seleção não foi totalmente ruim: foram 7 vitórias, 5 empates e 6 derrotas. Vale lembrar que Equador, Paraguai e Chile, por exemplo, ficaram de fora. Ao mesmo tempo, não podemos dizer que se trata do time dos sonhos.

A última participação do Peru em um mundial foi em 1982, mas ela sequer passou da primeira fase. Atualmente, o time está sob o comando de Ricardo Gareca, o que resultou em maior posse de bola e passes curtos com qualidade, além de meio campo mais entrosado.

Porém, a equipe tem um desfalque, já que o atacante Paolo Guerrero  foi pego em um exame antidoping. Ele está suspenso até maio de 2018, ou seja, poderá participar do campeonato. Mas, ficará de fora de jogos importantes, como amistosos e precisará recuperar o ritmo.

AMISTOSOS: Os peruanos venceram a Croácia por 2x0, resultando em seu décimo primeiro jogo consecutivo invicto. A seleção mostrou que mesmo sem Guerrero, consegue sustentar a partida. No jogo contra a Islândia, o desempenho também foi favorável, com um placar de 3x1.

Dinamarca

Mais um time classificado por repescagem, que teve um tortuoso caminho para chegar à Copa 2018. Apelidada de Dinamáquina no remoto mundial de 1986, a seleção já não é mais a mesma. A última participação foi em 2010, quando sequer passaram da fase de grupos.

O destaque da equipe é o meia Christian Eriksen, que mesmo sendo jovem, com 25 anos, é um dos atletas mais experientes. Marcou três gols no jogo decisivo contra a Irlanda, que permitiu a classificação da Dinamarca para a Copa. Nas eliminatórias, ele marcou um total de 11 gols, portanto, deve fazer diferença durante o torneio.

Sob o comando de Åge Hareide, a equipe é bastante disciplinada no esquema tático e bem previsível. Costuma jogar no 4-3-3, resultando em posse de bola no ataque e maiores chances de gol. Por outro lado, um dos pontos fracos é a lateral direita.

O time ainda precisa ser acertado, portanto, o técnico deve fazer melhor uso dos atacantes Nicklas Bendtner, Nicolai Jorgensen e Andreas Cornelius, além do meio-campista Thomas Delaney.

AMISTOSOS: Em março, os dinamarqueses enfrentaram a seleção do Panamá em amistoso, dominando a partida na maior parte do tempo. Mesmo assim, várias oportunidades foram desperdiçadas e o placar ficou em 1x0. Já contra o Chile, o jogo terminou em empate, 0x0, já que as duas defesas atuaram bem, de modo que os ataques não tiveram grandes oportunidades de gol.

Calendário de jogos do Grupo C na Copa

DATA SELEÇÕES HORÁRIO
16/06

França x Austrália

Peru x Dinamarca

7h

13h

21/06

Dinamarca x Austrália

França x Peru

10h

14h

26/06

Austrália x Peru

Dinamarca x França

11h

11h

Prognóstico do Grupo C na Copa 2018

Praticamente, não há dúvidas que a primeira vaga vai para os franceses. A única ressalva é que eles não entrem de “salto alto”, no clima de “já ganhou”. Precisam mostrar um bom futebol para não apenas passar da fase de grupos, mas também para enfrentar os demais adversários. Nas oitavas, a França pode jogar contra a Argentina ou Croácia.

Com liderança do Grupo C prevista para França, Peru e Dinamarca brigam pela segunda posição. A Austrália, deve ir à Copa do Mundo 2018 somente por passeio, porque não apresenta chances reais de passar da fase de grupos.

Dinamarca conta com Eriksen, enquanto Peru depende de Guerrero, que retornará ao time após longo período de suspensão. Por tal detalhe, os dinamarqueses têm leve vantagem.