Prognóstico Brasil e Venezuela Copa América 2019

Em: Copa América, Futebol Por: Publicado em: 10 de junho de 2019

Melhores apostas Brasil e Venezuela – 18 de junho

Na segunda partida pela Copa América, a história se repete. A Seleção Brasileira encara um freguês de carteirinha, desta vez a esquadra Vinotinto. Qual o seu prognóstico Brasil e Venezuela para o jogo do próximo dia 18 de junho, na Fonte Nova, em Salvador?

Para ajudá-lo em seus palpites, trazemos estatísticas, o panorama atual das duas equipes e suas grandes estrelas e o que as maiores casas de apostas estão esperando, ao apresentar os principais mercados e probabilidades. Se o Brasil fez uma estreia chata, sem empolgar, mas passou fácil pelos bolivianos por 3 x 0, os venezuelanos contaram com uma atuação espetacular do goleiro Faríñez e seguraram Guerrero e o ataque da seleção peruana, garantindo um pontinho que pode ser decisivo para a classificação.

Será que os comandados de Rafael Dudamel conseguem conquistar o segundo pontinho na história em terras brasileiras? Seria uma zebra e tanto…

Com nossas informações, você será capaz de fazer o melhor prognóstico Brasil e Venezuela e faturar alguns reais com a Copa América 2019.

Brasil e Venezuela: os números do confronto

Jogos (gols) Brasil (gols) Empate Venezuela (gols)
Total 24 (97) 21 (89) 2 1 (8)
Copa América 7 (29) 6 (27) 1 0 (2)
Eliminatórias Copa do Mundo 16 (66) 15 (62) 1 0 (4)
Amistosos 1 (2) 0 (0) 0 1 (2)

Se os números contra a Bolívia, adversário na estreia da Seleção nesta Copa América 2019, mostravam a esmagadora superioridade histórica nos confrontos entre os dois países, com a Venezuela esta diferença é ainda maior.

Será que este histórico vai entrar em campo? Os prognósticos Brasil e Venezuela apontam fortemente para mais um triunfo de Tite e companhia, mas não com a mesma moleza encontrada frente à Bolívia.

O Brasil poderá ter um pouco mais de dificuldade contra a Venezuela, seleção que deixou de ser o saco de pancadas do continente e ganhou um pouco de respeito nos últimos anos.

De qualquer forma, o Brasil ainda é amplamente favorito, e vamos ajudá-lo a encontrar os melhores mercados para fazer valer mais o seu prognóstico Brasil e Venezuela do dia 18. As odds a 48 horas do confronto pagam o dobro para a vitória brasileira do que na estreia (16% de premiação contra 8% do jogo contra a Bolívia) e a metade para a vitória vinotinto, em comparação aos bolivianos (algumas casas pagavam até 45 vezes o valor apostado na Bolívia. As melhores odds aqui, a favor da Venezuela, chegam a 24 vezes).

Os últimos jogos de cada seleção

Com dois gols, Gabriel Jesus foi destaque no massacre sobre Honduras: 7 x 0.

Mesmo sem apresentar um futebol convincente desde o final da Copa do Mundo na Rússia, o Brasil tem um retrospecto altamente positivo em campo. Contra adversários de diferentes níveis técnicos, a Seleção colecionou vitórias, empatando apenas um jogo pra lá de morno contra o Panamá. Já os comandados do histórico goleiro Rafael Dudamel, mesmo com um desempenho irregular, conseguiram uma impressionante vitória contra a Argentina, por 3 x 1, em março deste ano, e atropelou os EUA, jogando em Cincinatti, por 3 x 0.

Quando a bola rolou pra valer, deu Brasil contra a Bolívia, por 3 x 0, e Venezuela 0 x 0 Peru.

Brasil: sem derrotas desde a Rússia 2018 

Data Equipes Placar
11/09/2018 Brasil – El Salvador 5 – 0
12/10/2018 Brasil – Arábia Saudita 2 – 0
16/10/2018 Brasil – Argentina 1 – 0
16/11/2018 Brasil – Uruguai 1 – 0
20/11/2018 Brasil – Camarões 1 – 0
23/03/2019 Brasil – Panamá 1 – 1
26/03/2019 Brasil – Rep. Tcheca 3 – 1
05/06/2019 Brasil – Catar 2 – 0
09/06/2019 Brasil – Honduras 7 – 0
14/06/2019 Brasil – Bolívia 3 – 0

Tite segue pressionado, e, apesar de a cúpula da CBF garantir a permanência do treinador no cargo mesmo sem o título da Copa América, na qual o Brasil é o “favoritaço”, o técnico sabe que a pressão se tornaria insuportável com um novo fracasso.

Sem sua principal estrela, a Seleção está com ares renovados, e precisará apresentar um estilo de jogo mais coletivo para avançar na competição continental.

No amistoso preparatório contra o Catar, o Brasil começou bem, impondo uma marcação avançada e forçou o adversário a cometer vários erros na saída de bola. A equipe rapidamente abriu uma vantagem confortável no placar e seguiu em cima até o intervalo. Nem mesmo a lesão de Neymar diminuiu o ímpeto canarinho. No segundo tempo, Tite mudou totalmente o time e nada mais aconteceu. Contra Honduras praticamente não houve jogo. Uma expulsão merecida ainda no primeiro tempo transformou o amistoso em um coletivo com uniformes.

Num Morumbi frio, sem empolgação, o Brasil fez uma primeira etapa igualmente gelada na abertura do torneio, mas um gol de pênalti bem marcado pelo VAR “abriu a porteira”.

Em Porto Alegre, pouco mais de 13 mil pessoas foram assistir ao outro jogo do Grupo A. Apesar do empate sem gols, o jogo foi movimentado, e o goleirão Faríñez fez jus ao status de grande goleiro ao pegar quase tudo na partida. O que ele não defendeu, o VAR mostrou que as jogadas estavam irregulares, e dois gols peruanos foram anulados por impedimento.

Venezuela: Bom futebol, apesar de toda a crise no país

Data Equipes Placar
12/10/2018 Venezuela – País Basco 2 – 4
16/10/2018 Venezuela – EAU 1 – 1
16/11/2018 Venezuela – Japão 1 – 1
20/11/2018 Venezuela – Irã 1 – 1
23/03/2019 Venezuela – Argentina 3 – 1
25/03/2019 Venezuela – Catalunha 1 – 2
01/06/2019 Venezuela – Equador 1 – 1
05/06/2019 Venezuela – México 1 – 3
09/06/2019 Venezuela – EUA 3 – 0
15/06/2019 Venezuela – Peru 0 – 0

O crescimento como time estagnou com a crise em que o país está mergulhado nos últimos anos, pois os clubes de futebol local, obviamente, também foram afetados pelos acontecimentos.A seleção Vinotinto apresentou uma sensível melhora de qualidade no seu futebol na última década, tanto que, entre os convocados para a Copa América 2019, apenas três atuam no país. A maior parte joga na Península Ibérica e na MLS.

Mesmo assim, Rafael Dudamel, icônico goleiro que defendeu a seleção do seu país durante 17 anos (de 1993 a 2010), assumiu o comando técnico em 1º de abril de 2016. Se a Venezuela foi a lanterna nas últimas eliminatórias para a Copa do Mundo, conseguiu algumas metas interessantes.

Não perdeu para a Argentina (empate em casa por 2 x 2 e fora em 1 x 1) e aplicou a maior goleada do torneio, ao lado do Brasil. Ambos bateram a Bolívia por 5 x 0, e o rendimento melhorou bastante no segundo turno, já sob a batuta de novo treinador. Foram dois pontos no turno e 10 no returno.

O ponto forte do time é o grande número de opções no ataque, que faz com que Dudamel deixe no banco o artilheiro e sensação da MLS, Josef Martínez. Apesar de ter passado em branco na estreia, o setor é o que mais oferece variações ao treinador. Com a defesa organizada, os venezuelanos podem sonhar em chegar às quartas-de-final da Copa América, repetindo o desempenho da última edição, que aconteceu nos EUA, em 2016. Na Copa América do Centenário, o Brasil caiu ainda na primeira fase, sob a batuta de Dunga. 

Previsão Brasil e Venezuela Copa América 2019

Nos dois últimos encontros, válidos pelas Eliminatórias para a Copa da Rússia, foram duas vitórias do Brasil. 3 x 1 no Castelão e 2 x 0 no Estádio Metropolitano, em Mérida. No primeiro embate, Dunga ainda era o treinador canarinho.

Não há motivos para acreditar em outro resultado que não seja a vitória da Seleção. Mesmo assim, o prognóstico Brasil e Venezuela pode sofrer alguma alteração em relação a número de gols marcados, ao placar exato e a quem será (ou serão) os artilheiros da partida, por causa da primeira rodada, que acontece quatro dias antes.

Se a Venezuela aprontar para cima do Peru, ou se a Bolívia for responsável por um desastre para o Brasil, o jogo pode ganhar contornos mais interessantes. Mas o mais importante, pois é mais provável, é o onze vinotinto arrancar pontos do Peru e entrar na briga pela segunda vaga do Grupo A. Se isso ocorrer, a Venezuela pode entrar fechadinha, para perder de pouco, e tentar a classificação contra a Bolívia, na última rodada.

De qualquer forma, o palpite Brasil e Venezuela aponta para uma vitória brasileira por mais de um gol de diferença. Vamos analisar os mercados que podem ser interessantes par investir e ganhar algum dinheiro nesta partida.

Dicas de aposta: prognóstico Brasil e Venezuela

Os mercados a se prestar atenção para este jogo específico são aqueles de risco moderado, como o handicap +1.0 para a Venezuela (vitória do Brasil por dois ou mais gols de diferença), número de gols marcados – aqui, o mercado começa a pagar somas interessantes a partir de mais de 2.5 gols, e o número total de gols considerando-se que o Brasil não irá sofrer nenhum da Venezuela.

Quem acredita que a Seleção irá vencer com alguma folga, o 1xBet está pagando 1.53 no handicap +1.0 para os venezuelanos. Se o Brasil vencer por dois gols de diferença, o prêmio é acima de 50%. Para quem prefere fortes emoções, apostar que o time canarinho irá triunfar com três ou mais gols paga 2.34.

bet365 Logo
bet365
5 / 5
Cotas
1.57 Brasil vencendo no intervalo.
Bônus de Registro
100% até R$200
APUESTA100
Até R$200 em créditos de aposta para novos clientes no bet365. Depósito mínimo de R$15 e rollover de 1x para liberar o bônus. Requisitos mínimos de apostas, exclusão de meios de pagamento e de jogos se aplicam. Limites de tempo e termos e condições se aplicam.
Details

Acredita em um jogo com muitos gols? Se forem marcados mais do que 2,5 gols, as odds estão em 1.59. Ou seja, se a rede balançar três vezes, o apostador leva uma premiação de 59%. Para quem não quer arriscar, o “Total acima de 2” paga menos, mas, se o jogo terminar com apenas dois gols marcados, o valor desta aposta simples é devolvido.

Acredita que a defesa do Brasil não será vazada? Alisson vem muito bem, foi o goleiro recordista em “clean sheets” na Premier League (jogos sem sofrer gols) e levantou a taça da UEFA Champions League com ótimas atuações. Tiago Silva e Marquinhos foram campeões franceses com um pé nas costas. Se a defesa se comportar bem e conseguir manter o perigo oferecido principalmente por Rondón sob controle, o 1xBet paga 1.61 no ‘Total individual 2 abaixo de 0.5″. A Venezuela é o “2” na partida (a coluna 2). Contra a Bolívia, o time foi muito seguro, não perdeu a concentração no aspecto defensivo. Resta saber se isso se repetirá no jogo desta terça e como os venezuelanos irão se comportar. Mas pode ser um palpite interessante.

Pra quem curte uma zebra, o 1xBet está entre as casas que melhor pagam no caso de uma vitória dos visitantes, que seria a primeira sobre o Brasil em jogos oficiais.

Os fãs do trading esportivo podem esperar os primeiros movimentos do jogo, apesar de o risco de um gol logo no início ser real, pois a Seleção deve repetir o que fez contra a Bolívia e pressionar muito a saída de bola adversária. Se passarem 20, 25 minutos de jogo sem gols, os mercados começam a ficar mais atraentes. Se o placar ainda estiver 0 x 0, as odds para a vitória do Brasil, ou para um número de gols por jogo, devem subir, abrindo espaço para lucros maiores. Existem diferentes tipos de aposta de futebol, o importante é encontrar as melhores oportunidades e seguir uma estratégia definida.

Outros mercados relacionados ao jogo dependem do desempenho das equipes na primeira rodada, mas apostar em quem será o segundo colocado no grupo, se tudo correr dentro da normalidade, pode se tornar atrativo, ainda mais agora, depois que a Venezuela arrancou um ponto contra o Peru, até então favorito à passar de fase direto, ao lado do Brasil.

Na Copa América, além dos dois primeiros colocados de cada grupo, dois dos melhores terceiros colocados também avançam para formar os oito participantes das quartas-de-final.

Qual o seu prognóstico Brasil e Venezuela para a segunda rodada da primeira fase da Copa América 2019? Para ter mais chances de arrecadar algum dinheiro, fique ligado em nossas atualizações. Quando os primeiros mercados abrirem para este jogo, estaremos aqui, fazendo a análise da melhores oportunidades.

Até lá, boas apostas!