Prognóstico Brasil e Peru Copa América 2019

Em: Copa América, Futebol Por: Publicado em: 18 de junho de 2019

Melhores apostas Brasil e Peru – 22 de junho

O desastre aconteceu, e o Brasil conseguiu perder pontos para a Venezuela. Agora, o que tinha tudo para ser um jogo para cumprir tabela, ganha contornos decisivos para as duas seleções ao final da primeira fase da Copa América. Ainda assim, a possibilidade de um “jogo de compadres”, com um empate que quase garantiria o Brasil em primeiro do grupo e o Peru praticamente classificado, como segundo ou terceiro lugar, é possível. O prognóstico Brasil e Peru aponta um favoritismo para a Seleção Canarinho pelo histórico dos confrontos, mas a preocupante realidade do futebol apresentado pelo time verde e amarelo bota um pouco de tempero na partida.

Para surpreender os anfitriões e repetir o último duelo contra o Brasil pela Copa América, quando saiu vitorioso, o Peru vai ter que furar a forte defesa brasieira. Já Tite terá que apresentar alguma forma de furar retrancas, o que sempre foi sua dificuldade. Basta ver na Copa do Mundo, quando bateu a Costa Rica nos acréscimos e o sufoco contra a Bolívia até abrir o placar e a inoperância frente à Venezuela, que conquistou seu primeiro ponto contra anfitriões na história da Copa América, depois de 14 derrotas consecutivas.

Trazemos aqui análises, informações e dicas importantes para que você possa faturar com apostas esportivas nesta partida que fecha a primeira fase no Grupo A da Copa América 2019.

Brasil e Peru: os números do confronto

Jogos (gols) Brasil (gols) Empate Peru (gols)
Total 43 (119) 30 (90) 9 4 (29)
Copa do Mundo 2 (9) 2 (7) 0 0 (2)
Copa América 17 (47) 11 (34) 3 3 (13)
Eliminatórias Copa do Mundo 11 (20) 7 (16) 4 0 (4)
Amistosos 13 (43) 10 (33) 2 1 (10)

É fácil notar que os números mostram que a história do confronto é muito desigual, mesmo com a seleção Peruana passando por uma das melhores fases de sua história, talvez a segunda melhor, ficando apenas atrás da geração de Teófilo Cubillas, nos anos 1970. Um time que jogava bonito, mas que ficou marcado na história pela famosa entregada contra a Argentina na Copa de 1978.

Nesta década, as duas seleções se encontraram em quatro oportunidades. Duas pelas Eliminatórias, vencidas pelo Brasil, e duas por Copas América, com um triunfo para cada lado. Na Copa América do Centenário, em 2016, o Brasil, dirigido por Dunga, caiu logo na primeira fase, e perdeu para o Peru, por 1 x 0.

Aliás, neste século, Brasil e Peru se enfrentaram 10 vezes. Seis triunfos do Brasil, três empates e a solitária vitória peruana. Isso mostra porque o prognóstico Brasil e Peru é tão favorável à Seleção.

Os últimos jogos de cada seleção

Se formos analisar os números, e é o que mais importa para quem aposta, o Brasil estava “voando” até a última terça-feira. Ainda está invicto desde a derrota para a Bélgica na Copa da Rússia, e, nos últimos 11 jogos, venceu 9 deles e empatou dois. O time não empolga as exigentes torcida e imprensa brasileiras, e a esperança é que o susto contra a Venezuela acorde Tite e seus comandados, tirando-os da letargia.

Já o Peru, depois de uma arrancada incrível que o levou à Copa do Mundo depois de 36 anos ausente, chegou a figurar entre os Top 10 do Ranking da Fifa. Passado o Mundial, o time comandado por Ricardo Gareca não consegue se encontrar, despencou para a 21ª posição entre as seleções do mundo e acumula muitas derrotas desde então. Contra a Bolívia, houve susto e sofrimento, mas o triunfo por 3 x 1, de virada, traz um pouco de tranquilidade aos comandados de Ricardo Gareca.

Esse encontro será entre opostos, de acordo com a crítica. Um Brasil que não joga bem, mas não sofre gols, e um Peru que surpreende às vezes pelo jogo bonito, e quetem em seu ataque o ponto forte. O prognóstico Brasil e Peru, de vitória brasileira tranquila, mas não por goleada, irá se confirmar ou haverá surpresas?

Brasil: não empolga, mas não sofre gols

Data Equipes Placar
11/09/2018 Brasil – El Salvador 5 – 0
12/10/2018 Brasil – Arábia Saudita 2 – 0
16/10/2018 Brasil – Argentina 1 – 0
16/11/2018 Brasil – Uruguai 1 – 0
20/11/2018 Brasil – Camarões 1 – 0
23/03/2019 Brasil – Panamá 1 – 1
26/03/2019 Brasil – Rep. Tcheca 3 – 1
05/06/2019 Brasil – Catar 2 – 0
09/06/2019 Brasil – Honduras 7 – 0
14/06/2019 Brasil – Bolívia 3 – 0
18/06/2019 Brasil – Venezuela 0 – 0

Tite conseguiu montar uma defesa sólida, aproveitando-se da excelente fase de Alisson e da regularidade de nomes como Thiago Silva, Miranda Marquinhos. São apenas dois gols sofridos nos últimos 11 jogos. O problema está na armação das jogadas. Tite não consegue encontrar um “camisa 10” que arme o jogo e prepare jogadas para Neymar (quando não está lesionado), Gabriel Jesus e Firmino marcarem os gols.

Phillipe Coutinho não atravessa bom momento no Barcelona, apesar de na Seleção jogar um futebol melhor. Mas, mesmo sob críticas e incredulidade, Tite segue seu trabalho e mantém o Brasil no top 3 do Ranking da Fifa, e tudo indica que as Eliminatórias para a Copa do Catar serão tranquilas.

Para esta partida, válida pela terceira rodada do Grupo A da Copa América, a expectativa é que a Arena Corinthians receba um público melhor do que na primeira rodada, até pela identificação do treinador e de alguns jogadores com o Timão.

Peru: vitória era obrigação, e ela veio

Data Equipes Placar
09/09/2018 Peru – Alemanha 1 – 2
12/10/2018 Peru – Chile 3 – 0
16/10/2018 Peru – EUA 1 – 1
15/11/2018 Peru – Equador 0 – 2
20/11/2018 Peru – Costa Rica 2 – 3
22/03/2019 Peru – Paraguai 1 – 0
26/03/2019 Peru – El Salvador 0 – 2
05/06/2019 Peru – Costa Rica 1 – 0
09/06/2019 Peru – Colômbia 0 – 3
15/06/2019 Peru – Venezuela 0 – 0
18/06/2019 Peru – Bolívia 3 – 1

Apenas quatro vitórias em 11 jogos. Cinco derrotas e dois empates. O panorama não estava muito animador para os peruanos, ainda mais se levarmos em consideração que o time esteve quase 20 minutos com um homem a mais que a Venezuela em campo e não conseguiu marcar o gol da vitória. Contra a Bolívia, o time precisou levar um gol para acordar, e conseguiu reagir. Agora, com mais um ponto, seguirá vivo na Copa América.

Será que o encanto que Gareca levou aos seus comandados acabou? Depois de levar a equipe à Copa da Rússia e fazer uma Copa razoável, com derrotas por 1 x 0 para França e Dinamarca e vitória sobre a Austrália por 2 x 0, o Peru parece ter perdido o rumo, e a vitória contra a fraquíssima Bolívia é um alento, mas é preciso provar que não foi obra do acaso. Ao menos, os peruanos ainda têm chance de passarem às quartas-de-final e almejar algo mais na Copa América.

Previsão Brasil e Peru Copa América 2019

Richarlison se esforçou, mas passou em branco contra a Bolívia.

A vitória do Brasil não pode ser considerada “favas contadas”, mas o esquadrão de Tite é, sim, amplamente favorito. É claro que pode pesar no confronto a situação dos times na tabela. Em caso de empate, o Brasil só perde a primeira posição se a Venezuela vencer a Bolívia por 4 ou mais gols de diferença.

O Peru, com uma igualdade, cai para terceiro com um triunfo venezuelano de três gols sobre os bolivianos. E, mesmo que isso aconteça, as chances de seguir adiante são grandes.

Mas, mesmo com o tropeço brasileiro, a Seleção segue favorita

Para dificultar a vida da Seleção, o Peru tem menos de uma semana para reencontrar o futebol que carimbou o passaporte do time à Rússia, desbancando o Chile na última rodada das Eliminatórias e vencendo a Nova Zelândia na repescagem. A base é a mesma da Copa, e Guerrero não está mais envolvido com suspensões e efeitos suspensivos por conta de doping. O atacante está bem no Internacional, e Cueva parece ter encontrado tranquilidade no Santos. Farfán fez uma boa temporada no Lokomotiv de Moscou, chegando ao vice-campeonato. O que falta aos peruanos é essas engrenagens encaixarem.

O Brasil, por sua vez, segue se ajustando sem sua principal figura, Neymar, e aposta em um jogo mais coletivo.

Após essas informações, mas ainda esperando a segunda rodada do Grupo A da Copa América, vamos analisar alguns mercados que podem ser valiosos na hora de apostar.

Dicas de aposta: prognóstico Brasil e Peru

A última vez que houve um 0 x 0 entre Brasil e Peru foi em 1993. Aliás, foram dois seguidos. Um em 1989, em Salvador, pela Copa América, e o de 93, no Equador, também pela competição continental. Nos últimos 26 anos, sempre houve movimentação no placar. Já são 13 confrontos com a rede balançando. O Brasil venceu nove vezes e o Peru, apenas uma, na única vez em que o Brasil não fez gols neste período. Isso explica porque as casas de apostas pagam tão bem para um placar sem gols. O 1xBet e o 22bet estão com odds a 8.9, a Betfair paga 10, o Bet365, 12, e o Rivalo paga 13 vezes o valor apostado se o jogo terminar 0 x 0.

Acredito que essa odd possa cair se Brasil e Peru vencerem seus jogos na segunda rodada, até pela conveniência que um empate teria às duas seleções.

O prognóstico Brasil e Peru mais esperado pelos sites de apostas esportivas é uma vitória do Brasil por 2 x 0. Aqui, estes sites pagam odds entre 5 e 6. Fato interessante, o Bet365 paga os mesmos 6 pela vitória brasileira por 1 x 0 ou 2 x 0.

O panorama geral mostra que, sem exceções, o Brasil é favorito ao jogo, mas esse favoritismo caiu. Se antes pagavam 1.3 para o Brasil, 5.5 para o empate e até 13 para o Peru, podemos ver que as odds mudaram.

bet365 Logo
bet365
5 / 5
Cotas
1.95 menos de 2.5 gols no jogo.
Bônus de Registro
100% até R$200
APUESTA100
Até R$200 em créditos de aposta para novos clientes no bet365. Depósito mínimo de R$15 e rollover de 1x para liberar o bônus. Requisitos mínimos de apostas, exclusão de meios de pagamento e de jogos se aplicam. Limites de tempo e termos e condições se aplicam.
Details

Para quem espera uma vitória sem muitos sobressaltos da Seleção, mas vê que as odds para isso são muito baixas (afinal, quase todo mundo acredita no Brasil frente ao Peru), o handicap é sempre uma opção bacana. Não podemos dizer “porto seguro”, pois imprevistos acontecem no futebol, muito mais do que em qualquer outro esporte coletivo (olha o jogo contra a Venezuela para provar isso).

Mas é sempre um mercado a se ficar de olho. A Betfair paga 2 para uma vitória brasileira por dois gols de diferença. Se você acha que o jogo será mais fácil, a casa paga 4 no handicap +2 (é como se o Brasil começasse o jogo perdendo de 2 x 0 e tivesse que buscar a virada).

O futebol é um esporte em que o resultado mais comum é o 2 x 1, seguido do 1 x 1. Ao menos nos principais campeonatos do mundo, computando-se todos os resultados durante mais de 100 anos, chegou-se a esses números. É claro que cada jogo é um evento isolado, e que cerca de 8% das partidas terminam sem gols. Mas a média de gols do futebol é algo entre 2 e 3 por partida.

Levando-se em conta esses dados, e também os resultados recentes dos times (e a expectativa levantada pelo prognóstico Brasil e Peru nas principais casas de apostas), a opção “Exatamente 2 ou 3” gols no jogo é interessante, pois paga 1.9x o valor apostado. Mas se você acredita que esse jogo terá mais gols que a média – afinal, um resultado de 3 x 1 não é raro no futebol -, você pode quase triplicar seu investimento em caso de sucesso.

Esse aqui é um mercado que pode variar bastante dependendo dos resultados da segunda rodada do Grupo A da Copa América, mas fique de olho na opção.

A aposta combinada entre vencedor e número de gols apresenta algo diferente para o apostador. Ao pagar menos na opção “Brasil e mais 2.5” do que para “Brasil e menos de 2.5”, a Betfair se contradiz com seu resultado mais esperado (que é o que ela paga menos), que é 2 x 0. Se você realmente acredita que o Brasil vai impedir o ataque peruano de fazer gols, apostar em “Brasil e menos de 2.5”, pagando 3.25, é uma ótima oportunidade.

O prognóstico Brasil e Peru ainda aponta para uma vitória brasileira, e as casas de apostas consideraram o empate frente à Venezuela um acidente de percurso, um simples tropeço. Mas vale como sinal de alerta na hora de fazer os palpites.

Fique de olho e boas apostas!